Skip to content
Como abrir uma loja de roupas: guia completo | Oberlo

Como abrir uma loja de roupas em apenas 10 passos

Artigo por Amanda Gaid

Se você está pensando em trabalhar com o comércio eletrônico e quer saber como montar uma loja virtual de roupas, agora é a hora certa para arregaçar as mangas e começar a colocar esses planos em prática.

Afinal, segundo algumas estatísticas sobre o e-commerce no Brasil, as vendas online aumentaram consideravelmente desde 2020 – e há motivos para acreditar que esse crescimento vai se manter constante nos próximos anos. Mas a gente sabe que dar esse passo importante na jornada para o empreendedorismo pode ser um pouco... intimidante.

Afinal, é muito trabalho duro – e muito esforço.

Mesmo com um bom plano de trabalho, você ainda vai precisar elaborar as suas estratégias de marketing digital, configurar um canal de atendimento ao cliente, definir a precificação de produtos da loja e, claro, determinar as formas de pagamento online com as quais você quer trabalhar. E, se você optar por trabalhar com o modelo de negócios do dropshipping, ainda vai precisar encontrar bons fornecedores dropshipping.

Este post foi pensado para funcionar como um guia completo para empreendedores e empreendedoras que querem saber como abrir uma loja de roupas. Continue a leitura para ver quais são as 10 etapas principais do processo!

Como montar uma loja virtual de roupas em 10 passos

Como montar uma loja virtual de roupas em 10 passos

1. Identifique uma demanda que ainda não foi atendida

Você chegou até este post porque está querendo descobrir como montar uma loja no comércio eletrônico, certo? Então isso quer dizer que você provavelmente já teve uma ideia para abrir um negócio lucrativo e está querendo colocá-la em prática o mais rápido possível.

Mas você já parou para pensar se essa ideia de negócio é realmente lucrativa?

Um dos motivos mais comuns que levam ao fechamento de lojas virtuais é a falta de interesse por parte do público: muitas vezes, as pessoas simplesmente não estão interessadas no produto que você tem para vender.

Ou seja: antes de sair correndo para descobrir como montar uma loja de roupas ou de qualquer outro nicho, é essencial fazer uma boa pesquisa de mercado.

E isso não significa contratar um especialista ou ter que investir em ferramentas pagas! Na verdade, dá para fazer uma boa pesquisa de mercado seguindo as três etapas abaixo:

  • Faça uma pesquisa no Google Trends para ver o que está em demanda e o que não está vendendo muito bem.
  • Dê uma olhada nos recursos do Facebook Business para ver as métricas que estão disponíveis para acesso. Lá, você vai poder identificar os interesses e os comportamentos das pessoas que podem vir a ser o público-alvo da loja.
  • Visite os sites da concorrência e dê uma olhadinha nos perfis dessas marcas nas redes sociais. Tente identificar o tipo de produto (e os tipos de conteúdo!) que mais fazem sucesso e aqueles que não costumam ser bem-recebidos. Como montar uma virtual de roupas significa antes de tudo vender no mundo online, é essencial que a marca esteja alinhada com os comportamentos e as expectativas do público.

E, falando em público...

2. Como montar uma loja de roupas: identifique o público-alvo

O segundo passo do processo de como montar uma loja de roupas vai acontecer quase que de maneira paralela ao primeiro passo, já que identificar a demanda de mercado significa, também, identificar o tipo de público que está gerando essa demanda.

A gente não precisa destacar a importância do público-alvo para o sucesso de uma loja, né? Afinal, é com essas pessoas que você vai se relacionar: é para elas que você vai anunciar e produtos – e também, claro, produzir conteúdos no Instagram, no Facebook e no TikTok app.

E, quanto mais você entender quem são essas pessoas, maiores serão as chances de que você consiga oferecer o tipo de experiência que elas estão buscando.

Ou seja: parte do processo de como abrir uma loja de roupas envolve conhecer – e conhecer muito bem – o público-alvo dessa loja. Por isso, vale a pena concentrar suas análises em duas áreas:

  • Dados demográficos: idade, orientação sexual, renda, localização geográfica e mais.
  • Dados psicográficos: interesses, hobbies, comportamentos de compra, demandas e outros.

3. Desenvolva um plano de negócios

Desenvolva um plano de negócios

Um bom plano de negócio vai ajudar você a definir como montar uma loja virtual de roupas sem arrancar os cabelos ou entrar no vermelho.

Na hora de montar esse documento, não se esqueça de explorar os itens a seguir:

  • Qual é a identidade da sua marca? Como ela se relaciona com o mundo? Quais são as suas declarações de missão, visão e valores da empresa?
  • Quais são os objetivos que a marca deseja alcançar?
  • O que diferencia a sua loja das concorrentes? Dica: os dados coletados durante os dois primeiros passos sobre como abrir uma loja de roupas vão ajudar a responder essa pergunta.
  • Como você pretende alcançar os objetivos propostos? Dica: liste estratégias concretas e etapas que sejam condizentes com a realidade da sua loja.

Construa um plano de negócios que leve em conta os três ou cinco primeiros anos do negócio que você está montando. A gente sabe que as coisas nem sempre saem conforme o planejado e que alguns ajustes e mudanças são inevitáveis; no entanto, é importante ter uma base sólida e uma visão mais completa do que você planeja fazer.

O plano de negócios também serve como um documento no qual você pode monitorar o progresso da loja ao longo dos meses e verificar se as previsões e estimativas estão de fato se concretizando.

Além disso, ele também é o documento que você mostrará para possíveis parceiros e investidores, então já sabe, né: quanto mais completo ele for, melhor.

4. Como abrir uma loja de roupas: comece a criar o catálogo de produtos 

É aqui que o processo de como montar uma loja de roupas começa a ficar mais divertido. Afinal, agora que você já definiu a demanda que vai suprir, o público-alvo com o qual vai trabalhar e o planejamento geral da loja, é hora de escolher as roupas que vão integrar o catálogo de produtos!

Há duas maneiras de montar o catálogo de produtos de uma loja de roupas. Você pode optar por um caminho apenas, ou então mesclar os dois – tudo depende das suas prioridades e habilidades, ok?

  • Criar uma coleção autoral de roupas. Esta opção é perfeita para quem tem talento para a moda e quer descobrir como montar uma loja com roupas criadas manualmente. Aqui, você será responsável por tudo – desde a concepção do esboço inicial até a escolha dos tecidos que serão utilizados e o processo de fabricação do produto. Lembre-se de que todas essas etapas acabarão impactando o valor da peça final!
  • Buscar fornecedores e fabricantes de roupas. Esta segunda opção é para quem gosta de moda, mas não tem talento, tempo ou espaço para investir numa fabricação própria. Você pode trabalhar com o dropshipping ou com o modelo de impressão sob demanda, ou até mesmo revender roupas de outras marcas.

Dica exclusiva do Oberlo: Não se esqueça de conferir os nossos outros posts sobre como abrir uma loja de roupas. Temos um guia completo para quem quer abrir uma loja de camisetas online, e um post inteiro sobre como criar mockups de camisetas.

Está buscando um pouquinho de inspiração para descobrir como montar uma loja de roupas realmente única? Dá uma conferida na história da Camys, que trabalha com moda sustentável:

5. Busque fabricantes e fornecedores

Se você optar por seguir o segundo caminho que destacamos acima, então o próximo passo no processo de como montar uma loja de roupas vai ser buscar os fornecedores e fabricantes de roupas com os quais você vai trabalhar.

A primeira coisa a fazer vai ser determinar se você vai querer trabalhar com empresas brasileiras ou com empresas estrangeiras. Leve em conta os prazos de entrega e fabricação, os valores cobrados por cada fabricante e, claro, a qualidade dos tecidos e dos produtos finais.

Não se esqueça de pedir algumas amostras dos produtos antes de fechar negócio, ok?

Se você veio até este post sobre como montar uma loja pensando em trabalhar com o dropshipping, dá uma conferida no vídeo abaixo – ele tem algumas dicas para quem está usando o app de dropshipping do Oberlo:

6. Como montar uma loja de roupas: construa sua marca

O sexto passo do nosso guia sobre como abrir uma loja de roupas vai envolver a criação dos materiais que colocam a sua loja no mundo. É aqui que você vai escolher o nome da loja, o logo, o tipo de identidade visual e branding que a marca vai usar, as cores que vão dominar o site e as publicações nas redes sociais e muito mais.

E é claro que a gente pode te ajudar, né? Temos uma lista com 13 ferramentas para criar logo grátis, uma outra lista com 26 geradores de nomes para empresa, um guia completo sobre geradores de slogan e um post só sobre o significado das cores.

Se você preferir, também pode contratar profissionais especializados em plataformas como 99designs ou Behance.

7. Defina os preços dos produtos

Nós já mencionamos a precificação de produtos em outros trechos deste guia, então é importante reforçar que o valor final dos produtos precisa levar em conta não só os custos de fabricação e/ou importação das peças de roupa que você vai vender, mas também outros elementos como o frete e as formas de envio disponibilizadas na loja – e, claro, os custos envolvidos na manutenção da marca, como por exemplo os planos de assinatura dos serviços que você utiliza (servidor de e-mail, plataforma para hospedar a loja e outros).

Outros elementos que precisam ser levados em conta são o poder aquisitivo e as expectativas dos clientes. Não adianta nada criar um produto feito sob medida para um público-alvo específico e simplesmente não levar em conta os preços com os quais esse público se sente mais confortável.

8. Como abrir uma loja de roupas: implemente as estratégias de marketing

Este é o passo do nosso guia sobre como montar uma loja de roupas em que a loja realmente começa a ganhar vida.

Você já organizou tudo, definiu o nicho e o público-alvo da marca, montou o catálogo de produtos, bateu o martelo sobre a identidade visual da loja e está com tudo pronto para começar a vender.

Agora, então, é o momento de começar a implementar as estratégias de marketing e publicidade. Afinal, você precisa chamar o público para o site, né?

O Facebook Ads pode ser um bom ponto de partida na hora de criar e publicar campanhas nas redes sociais, especialmente no Facebook e no Instagram. A plataforma conta com vários recursos poderosos de segmentação, de modo que você pode configurar tudo até os mínimos detalhes e, assim, tentar garantir bons resultados.

Também vale a pena considerar parcerias com digital influencers e combinar posts patrocinados, hashtags Instagram exclusivas e até mesmo uma live Instagram.

E, se você não for muito das redes sociais, que tal considerar o e-mail marketing?

9. Defina metas sensatas para o número de vendas

Sabe aquele velho ditado do “de grão em grão, a galinha enche o papo”?

Então: o mesmo vale para a sua jornada de sucesso num e-commerce de moda.

Os primeiros meses de funcionamento de uma loja envolvem muita tentativa e erro; muito trabalho duro; e muitas incertezas. Às vezes pode parecer que você está correndo uma maratona interminável e que a linha de chegada nunca aparece; às vezes dá vontade de jogar tudo para o alto e começar outro projeto.

É por isso mesmo que é tão importante que você defina metas sensatas para o número de vendas e outros resultados da loja. Não adianta nada almejar números imensos de venda logo nos primeiros meses de funcionamento da marca: isso é praticamente impossível de acontecer, e colocar esse tipo de cobrança sobre os seus ombros só vai trazer tristeza e desespero.

Em vez disso, planeje com calma e segurança: delimite objetivos pequenos, mas que podem ser atingidos. Conforme a loja for crescendo, você vai reajustando as metas. Não há pressa para o sucesso!

Quase lá: só mais um último passo do guia sobre como abrir uma loja de roupas.

10. Como montar uma loja de roupas: comece a passos pequenos, mas sempre de olho no futuro

Como montar uma loja de roupas: comece a passos pequenos, mas sempre de olho no futuro

Hora de lançar sua loja no mundo – e ativar todas as campanhas de marketing que você planejou com tanto cuidado.

Lembre-se de que tudo pode ser ajustado conforme as necessidades e demandas do seu nicho, ok? A loja não precisa estar perfeita: ela precisa é estar funcionando corretamente.

Aproveite o lançamento da loja para começar a buscar parcerias com outras marcas de roupas ou mesmo com fabricantes exclusivos. Essas parcerias podem render frutos lá na frente, tanto em coleções exclusivas de produto como em publicidade nas redes sociais.

Também vale a pena ficar de olho em possíveis investidores que possam ajudar você a desenvolver sua marca ainda mais. Esse processo pode ser um pouco complicado, então considere primeiro o tipo de incentivo que você pode oferecer (como uma parcela nos lucros da loja, acesso exclusivo a algumas peças ou mais).

Como abrir uma loja de roupas: 3 exemplos de lojas virtuais

Os dez passos do guia sobre como montar uma loja virtual de roupas já terminaram – mas que tal dar uma olhadinha em algumas lojas de roupas da Shopify?

Aproveite para se inspirar e começar a planejar o visual da sua marca!

1. Almaria: como montar uma loja de roupas plus size

A Almaria indica no próprio site que é a revolução da moda plus size – e com toda a razão. A marca vem ganhando destaque no mercado nacional, oferecendo roupas para mulheres de todas as idades e estilos.

Vale a pena se inspirar: no storytelling da marca, no blog exclusivo da loja e na página “Quem Somos”.

2. Atacado.com: como abrir uma loja de roupas e transformá-la em plataforma

O Atacado.com não é só mais uma loja de roupas: é uma verdadeira plataforma do setor de moda, e atualmente funciona tanto como um espaço para consumidores finais como também para lojistas que querem revender os produtos da marca em suas lojas.

Com uma variedade imensa de produtos que vão desde o setor fitness até o infantil e a moda masculina, o Atacado.com é um espaço excelente para buscar ideias de produto.

 3. Gláucia Sampaio: como montar uma loja de vestidos de festa

A marca da Gláucia Sampaio funciona como um marketplace para diferentes lojas, e sua especialidade são os vestidos de festa.

O catálogo de produtos é imenso, o que amplia o alcance da loja – mas não vai achando que é uma loja exclusiva de produtos de gala: também dá para encontrar algumas peças bem casuais por lá.

Bônus: mais uma inspiração para quem quer saber como montar uma loja virtual de roupas

Antes de encerrarmos o nosso post sobre como montar uma loja de roupas, a gente não podia deixar de compartilhar a história da Vestem, pioneira no nicho de fashion fitness:

Como abrir uma loja de roupas: resumo

O processo de como montar uma loja de roupas envolve encontrar uma demanda no mercado, definir o público-alvo da loja, delimitar as estratégias de marketing, buscar fornecedores e fabricantes e investir em parcerias. O nicho de moda é bem concorrido, então é preciso ter paciência e se organizar muito bem.

Quer saber mais?

Conteúdos relacionados