Skip to content
Clubhouse: a rede social que todo mundo está falando | Oberlo

Clubhouse: a rede social que todo mundo está falando

Artigo por Time Oberlo

O surgimento de uma nova rede social é repleto de expectativa e curiosidade. Mas, como é de praxe no mundo da tecnologia, esse tipo de projeto geralmente começa com várias limitações, principalmente no número de usuários. É justamente esse o caso do Clubhouse, a nova rede social de conversa por voz.

Quer entender o que é Clubhouse? Nós preparamos este artigo para tirar as suas dúvidas.

Nas linhas a seguir, você entenderá como o aplicativo funciona e como fazer para se cadastrar por lá. E que tal saber se existe Clubhouse para Android e qual é a relação entre o app e Elon Musk? Você também vai descobrir as respostas para essas perguntas durante a leitura.

Para os empreendedores de plantão, uma questão interessante: como ganhar dinheiro com o Clubhouse? Aliás, será que essa rede social pode mesmo gerar alguma renda extra?

Continue lendo e entenda de vez o que é Clubhouse, a nova rede social!

A vida é curta demais para deixar para amanhã. Que tal começar a trilhar seu próprio caminho em direção ao sucesso?

Criar conta

O que é Clubhouse?

O Clubhouse é uma rede social baseada em conversas por voz. 

É verdade que esse recurso já existe no WhatsApp e no WhatsApp Business e que muita gente gosta de usá-lo — afinal, nem sempre é prático comunicar certas ideias por meio de mensagens de texto.

Mas o que muita gente não esperava é que fosse surgir uma rede social que usasse apenas conversas por voz. Nada de textos, fotos, links, GIFs e memes — apenas áudios que são compartilhados de modo simples e instantâneo, sendo que as conversas desaparecem assim que terminam.

A ideia veio de Rohan Seth, ex-funcionário do Google, e Paul Davison, um empresário do Vale do Silício. O app permite a criação de clubes, ou salas, nas quais é possível reunir até 5.000 ouvintes.

Quando o Clubhouse foi lançado, em fevereiro de 2021, o aplicativo estava disponível somente para iOS. Agora, quem usa Android também pode acessá-lo – porém, apenas na versão beta para usuários dos Estados Unidos.

No Brasil, apesar de ser possível baixar o app na PlayStore, somente a realização do pré-cadastro está liberada (mas os desenvolvedores do app prometem que todos poderão usar o aplicativo Clubhouse nas próximas semanas).

Conheça a aparência do app Clubhouse:

Tela do app Clubhouse
Fonte: Apple App Store

Você pode criar salas para conversar com os seus amigos, ou então acompanhar grandes personalidades para ouvir o que elas têm a dizer. Estando dentro da sala, basta levantar a mão com a função “Raise hand” e torcer para receber permissão para falar. 

Já imaginou? Essa pode ser a sua chance de conversar com alguns famosos e digital influencers!

O crescimento do Clubhouse

Agora que você já tem uma ideia sobre o que é Clubhouse, vale a pena saber também o quanto o app cresceu em menos de um ano. 

A rede de conversa por voz foi lançada em abril de 2020 e, em maio daquele ano, estava valendo US$ 100 milhões. Hoje, o valuation da empresa é de US$ 1 bilhão. 

O termo valuation é usado no mercado financeiro para se referir a quanto uma empresa vale, levando em conta, inclusive, o lucro que ela pode gerar nos próximos anos. O app é tão promissor que mais de 180 empresas já fizeram aportes no Clubhouse.

Só no mês de janeiro, o app foi baixado 2,3 milhões de vezes. Hoje, a rede social tem 6 milhões de usuários registrados — número que segue crescendo numa curva exponencial.

Crescimento do Clubhouse
Fonte: Backlinko

Na App Store da Apple, o app do Clubhouse já está entre os primeiros colocados na categoria Redes Sociais, além de ter quase 250.000 avaliações e uma nota média de 4,9. De acordo com a consultoria Conversion, no Brasil, as buscas pelo app Clubhouse no Google já ultrapassaram as do TikTok.

Com esse crescimento impressionante, os investidores dos Estados Unidos começaram a investir na Clubhouse Media Group, a ponto de as ações dessa empresa se valorizarem 83% no dia 1º de fevereiro. 

O problema é que aquela era outra Clubhouse, uma empresa da área médica! O ocorrido, apesar de engraçado, só mostra o quanto a rede social de conversa por voz é promissora.

Algumas celebridades que estão no Clubhouse

O mundo ainda está descobrindo o que é Clubhouse, mas os famosos não estão perdendo tempo. As celebridades já têm suas audiências no Instagram, no Twitter, no Facebook e em outras redes, e não querem ficar para trás na nova rede.

Por exemplo, Elon Musk, dono da Tesla e o segundo homem mais rico do mundo, tem impressionantes 240 mil seguidores. Mark Zuckerberg está lá também, sendo acompanhado por cerca de 30 mil pessoas. Com quase 20 mil seguidores, o simpático Terry Crews — que fez o papel de Julius na série Todo Mundo Odeia o Chris — está construindo uma boa audiência por lá também.

Aqui no Brasil, os famosos estão se beneficiando da fase de expansão da rede. Felipe Neto, Celso Portiolli e Boninho, diretor de núcleo na Rede Globo, por exemplo, estão aproveitando a oportunidade para estreitar o relacionamento com a audiência deles na nova rede social de conversa por voz.

Clubhouse app: como se cadastrar?

Você já sabe o que é Clubhouse e como essa rede social de conversa por voz evoluiu rápido. Mas como se cadastrar? Em primeiro lugar, só é possível usá-lo por meio de aplicativo, de modo que não há uma plataforma voltada para navegadores, como o Chrome e o Firefox.

O Clubhouse está disponível para o iOS e Android, contudo os usuários do sistema Android podem apenas baixá-lo para a realização de pré-cadastro. Ou seja, pelo menos por enquanto, só os smartphones da maçã realmente rodam o app. No entanto, mesmo que esse seja o seu caso, é preciso receber um convite de alguém que já está lá dentro. 

É isso mesmo: só tendo um convite para se registrar na plataforma.

app Clubhouse: download

Como conseguir um convite para o Clubhouse?

Cada usuário pode enviar apenas dois convites, o que torna o acesso ao Clubhouse bem limitado. Várias pessoas certamente teriam o maior prazer em convidar você, mas elas simplesmente não terão convites suficientes para todos os amigos. 

Entretanto, alguns usuários relataram que ganharam novos convites após utilizarem os dois concedidos quando entraram na rede. Então tenha paciência, logo um chegará até você!

Quem descobre o que é Clubhouse geralmente fica morrendo de vontade de usar a nova rede social, mas sem um convite fica difícil. Inclusive, há pessoas que estão se aproveitando disso, vendendo convites em plataformas como eBay, Craigslist, Reddit e Idle Fish, da Alibaba.

Mas existe um caminho que tem ajudado várias pessoas a entrar no Clubhouse sem um convite: primeiro, alguém que está lá dentro adiciona você aos contatos. Depois, você acessa a etapa de instalação do aplicativo e pede entrar na lista de espera.

Em algum momento, aquela pessoa pode receber uma notificação dizendo que você gostaria de entrar. Então, ela pode chamar você para dentro da rede! 

Não custa nada tentar essa possibilidade, né?

Clubhouse: como funciona a nova rede social?

Você quer ir além de saber o que é Clubhouse, certo? Nós sabemos disso, e é por isso que queremos mostrar para você como essa rede social de conversa por voz funciona.

A validação do seu cadastro é feita com o número do telefone. Além disso, é possível importar alguns de seus dados do Twitter, o que facilita (e muito) a etapa de criação do perfil. 

Assim que você entrar no app, precisará informar quais são os seus interesses numa tela como esta aqui embaixo:

Clubhouse: configuração do perfil
Fonte: Gizmodo

Com isso, o app começará a dar sugestões de salas que podem ser interessantes para você:

Clubhouse: página inicial do app

Assim que você entrar em uma sala, é só começar a ouvir o que está sendo dito. Os speakers, ou oradores, podem falar quando quiserem, sendo possível acompanhá-los ao vivo. Se você quiser interagir, use a opção “Levantar a mão”.

Clubhouse: levantar a mão para falar

Existe Clubhouse para Android?

O sistema operacional do seu telefone é Android? Então, sentimos muito em dizer, mas você não poderá usar a nova rede social de conversa por voz — pelo menos por enquanto.

Limitações como essas são comuns quando certos softwares são lançados. Talvez você lembre que, antes, para ser cliente do Nubank, era preciso entrar para uma lista de espera. 

Isso acontece porque as empresas de tecnologia trabalham com o MVP (Minimum Viable Product, ou produto viável mínimo).

O MVP é uma espécie de versão beta de um aplicativo, que tem o objetivo de validar o trabalho que já foi feito até o momento e verificar o que precisa ser melhorado. Por isso, tenha paciência porque a sua hora vai chegar.

É possível ganhar dinheiro no Clubhouse?

É possível ganhar dinheiro no Clubhouse?

Se você tem inclinação para o empreendedorismo, talvez tenha a tendência de ir logo pensando em oportunidades de ganhar dinheiro na internet quando vê uma novidade como o lançamento de uma rede social. 

Por exemplo, muita gente queria saber como lucrar no Tik Tok quando a rede surgiu, e hoje há pessoas conseguindo fazer isso.

Agora que você sabe o que é Clubhouse, deve estar se perguntando se é possível ganhar dinheiro com ele. Por enquanto não, mas isso já está nos planos dos fundadores da nova rede. Em breve, será possível apoiar criadores de conteúdo por meio de inscrições e doações.

Além disso, haverá um programa de crowdfunding, que já tem até nome: Creator Grant Program. 

Por enquanto, então, o melhor a fazer é ir construindo uma boa audiência, aproveitando o momento de expansão.

Curiosidade: Elon Musk e o Clubhouse

Ao pesquisar sobre o que é Clubhouse, talvez você tenha visto o Elon Musk ser associado à rede social de conversa por voz. Mas o que será que os dois têm em comum?

Bem, você já deve ter percebido que o mundo dá muita atenção àquilo que Elon Musk diz. Afinal, sua fortuna é de quase US$ 180 bilhões, o que o coloca na segunda colocação entre os mais ricos do planeta.

Uma de suas empresas, a Tesla, vale mais de US$ 800 bilhões. A outra, SpaceX, que está avaliada em US$ 46 bilhões, já levou astronautas em duas missões à ISS (Estação Espacial Internacional).

Quando uma pessoa dessas fala alguma coisa, o mundo inteiro presta atenção. Por exemplo, depois de o bilionário simplesmente escrever #bitcoin em sua bio no Twitter, a criptomoeda se valorizou em mais de 15%. Quando ele tuitou que “a Dogecoin é a criptomoeda do povo”, ela se valorizou em mais de 50%.

O efeito Musk beneficiou também o Clubhouse. No final de janeiro, ele participou de um chat na nova rede, e a conversa foi transmitida no YouTube. Aí o mundo todo voltou os olhos para a novidade e correu para baixar o app.

Agora que você sabe o que é Clubhouse e como ele funciona, é só aproveitá-lo para seguir as pessoas que você admira. Além disso, a nova rede de conversa por voz é mais um canal onde você pode construir uma audiência, fortalecendo assim o marketing de conteúdo do seu negócio.

Não restam dúvidas de que as redes sociais são essenciais para quem tem um negócio. Aliás, aproveite para conferir as 10 estatísticas das redes sociais mais usadas!

Quer saber mais?

Conteúdos relacionados