Facebook Ads: guia definitivo para 2020

Michelle Jakobs Anunciar e promover

7 minutos comentários

Com o aumento das compras online desde o início da pandemia, um número cada vez maior de empresas vem buscando novas possibilidades para atingir clientes em potencial e aumentar a geração de leads

Para muitos, isso significa explorar canais antes pouco utilizados e, se possível, reinventar a loja: agora, afinal, é a hora de ganhar seguidores no Instagram, investir numa nova estratégia no WhatsApp comercial, buscar novos produtos para vender e otimizar outros elementos e processos internos da empresa.

Mas, quando o assunto é anunciar online, a melhor aposta é sempre o Facebook, que se tornou uma das maiores plataformas de publicidade do mundo afinal, não podemos esquecer que o Facebook também é dono do Instagram e do WhatsApp. Se você não sabe como anunciar no Facebook ou como investir em anúncios patrocinados para o Instagram, é melhor abrir o olho: você pode estar perdendo uma excelente oportunidade de vendas.

Só que entender o sistema de anúncios do Facebook Ads pode ser um desafio, e é por isso mesmo que a própria plataforma decidiu publicar uma nova série de conteúdos focados exclusivamente nesse tema.O problema é que esse material, que recebeu o nome de “Good Questions, Real Answers” (ou, em português, algo como “Perguntas importantes, respostas reais”) ainda está disponível apenas em inglês.

Este post foi pensado para funcionar como uma versão reduzida desse material: um guia definitivo com tudo o que você precisa saber sobre o Facebook Ads para obter bons resultados com as campanhas de publicidade publicadas por lá.

Descubra milhares de produtos para começar a vender online. Sem compromisso nem cartão de crédito.

Tenha Oberlo agora. É de graça.

Facebook Ads: algumas noções básicas

Segundo o Facebook, existem dois fatores que decidem quando e como os anúncios de uma marca serão exibidos aos usuários.

O primeiro deles é o público: um grupo de usuários que é selecionado por você, o lojista. Esse grupo é composto pelas pessoas que receberão os anúncios da loja dentro da plataforma.

O segundo fator é o chamado sistema de leilão de anúncios: um sistema criado pelo próprio Facebook para determinar a posição e a frequência de exibição dos anúncios. Esse sistema é baseado em uma série de fatores relevantes, como preço, engajamento individual dos usuários e qualidade do anúncio.

Facebook Ads: algumas noções básicas

Como funcionam os públicos do Facebook?

O público, afinal, nada mais é do que um grupo composto por aqueles usuários da plataforma que apresentam uma alta probabilidade de realizarem compras na sua loja. 

Na plataforma do Facebook, é possível trabalhar com dois tipos de público: os Públicos Personalizados e os Públicos Semelhantes. Um Público Personalizado é um público composto por pessoas que já utilizam o Facebook e/ou por pessoas que já conhecem a sua marca via Facebook; um Público Semelhante, no entanto, é composto por pessoas que ainda não conhecem a marca, mas que exibem potencial para serem futuros clientes.

Como criar Público Personalizado no Facebook

A primeira etapa para criar um Público Personalizado no Gerenciador de Anúncios do Facebook.

 

Para criar públicos no Facebook, é possível segmentar e dividir os usuários de acordo com dados como idade, região ou cidade um processo bem parecido com o que usamos nas estratégias de segmentação de mercado.

Além disso, também é possível segmentar usuários de acordo com o comportamento de navegação dessas pessoas dentro do Facebook. Isso significa que você pode criar um público composto apenas por usuários que seguem a página da loja na plataforma, ou então um outro composto apenas por usuários que interagem com o perfil da loja no Instagram.

Lembre-se: todas as ações que um usuário realiza dentro de plataformas como o Facebook e o Instagram servem como dados relevantes para a segmentação de públicos.

Depois de criar o público e determinar o objetivo da campanha de publicidade, é hora de mergulhar no direcionamento detalhado um recurso complementar para refinar o público e inserir interesses específicos dos usuários. Esses interesses, claro, refletem também o tipo de produto que você está vendendo e a natureza do seu anúncio, e por isso mesmo podem incluir temas variados como maternidade, gravidez, futebol e muito mais.

Como funciona o sistema de leilão de anúncios?

Depois de criado o público da campanha de anúncios, é hora de deixar o sistema do Facebook decidir quem vai ver os anúncios nos canais vinculados à plataforma. Para determinar quando e como mostrar o anúncio certo para a pessoa certa, o Facebook conta com a ajuda de um algoritmo próprio e com o leilão de anúncios.

Um leilão de anúncios acontece sempre que há uma nova oportunidade para exibir um anúncio a um usuário, e ganha quem oferecer um anúncio com o maior valor total. Levando em conta o tamanho da plataforma de anúncios do Facebook, o número de usuários que acessam o Facebook e o Instagram todos os dias e o número de marcas que usam esses canais para anunciar, é possível estimar que bilhões de leilões acontecem todos os dias.

O valor total, que determina o anúncio vencedor, é composto por três elementos:

1. Lance. Quanto mais dinheiro você investir nos seus anúncios patrocinados, maior será o alcance desses anúncios. Da mesma forma, quanto maior for o lance dado em leilão, maiores as chances de você vencer e garantir que o anúncio seja exibido.

Além disso, o próprio Facebook alerta para o fato de que

Os lances são também uma ferramenta de controle de gastos. Eles ajudam a controlar o custo por resultado desejado da mesma forma que os orçamentos ajudam a gerenciar seu gasto geral em relação a um determinado conjunto de anúncios. Se você definir um limite de lance, esse valor ajudará nossos sistemas de aprendizado por máquina a entenderem quanto você está disposto a pagar para cumprir o objetivo para o qual você otimizou sua campanha.”

O Facebook também oferece diferentes opções de lance para que você possa adequar os gastos à estratégia de publicidade e ao caixa da loja. Isso é especialmente útil se você acabou de abrir sua primeira loja e ainda está trabalhando numa estratégia de precificação de produtos.

Como fazer um lance no leilão de anúncios do Facebook

2. Custo estimado da ação. O custo estimado indica a probabilidade de uma pessoa clicar no anúncio ou realizar a ação contida nesse anúncio. Para realizar o cálculo, o Facebook leva em conta fatores como o comportamento do usuário e os níveis de engajamento do mesmo.

3. Qualidade do anúncio. O Facebook determina a qualidade de um anúncio com base nas respostas dos usuários (quantas pessoas clicaram no anúncio ou simplesmente o ocultaram) e em outros atributos que sinalizam se aquele conteúdo é ou não de baixa qualidade. Dentre esses atributos, estão a presença de linguagem sensacionalista e muitos conteúdos escritos.

Dos três elementos que determinam o valor total do anúncio, apenas o lance e a qualidade do anúncio podem ser diretamente controlados pelo anunciante (ou seja, por você) na hora do leilão. Embora o custo estimado da ação esteja relacionado à probabilidade de um usuário clicar ou não no anúncio, vale destacar que você pode adotar algumas medidas estratégicas para garantir um melhor resultado. 

Lembre-se: um anúncio esteticamente agradável, com uma mensagem objetiva, uma arte cativante e uma ação concreta pode fazer muito mais pela sua loja do que um conjunto de anúncios desorganizados, incompletos, com imagens de baixa resolução e textos confusos. Por isso mesmo, vale a pena pesquisar um pouquinho sobre o significado das cores, investir num Photoshop para iniciantes e testar um bom editor de vídeo para garantir que a arte dos seus anúncios fique com uma aparência bem profissional e elegante.

O Pixel: outro elemento essencial para poder anunciar na plataforma

O Pixel Facebook é outra ferramenta essencial para o empreendedor que quer anunciar os produtos da sua loja virtual no Facebook.

O Pixel nada mais é do que um recurso para monitorar todas as ações de visitantes e usuários dentro de um site. Ele é ativado sempre que uma pessoa acessa o site no qual ele está instalado, e sua função primeira é enviar as informações relativas à navegação dessa pessoa para o Gerenciador de Anúncios do Facebook. 

Depois disso, e com base no perfil de cada pessoa, o Pixel passará a reproduzir anúncios personalizados em outros sites e em outros momentos de navegação.

Facebook Pixel: como criar

Para criar seu Pixel no Facebook, basta acessar Configurações do Negócio > Origens de Dados > Pixels. Depois de nomear o Pixel, você será redirecionado para a tela acima.

 

O Pixel pode te ajudar a aumentar a probabilidade de que os seus anúncios sejam exibidos para as pessoas certas e, quanto maior essa probabilidade, maiores as chances de conseguir bons resultados ao vender online.

Se você está procurando formas de otimizar o atendimento ao cliente e renovar as interações entre marca e seguidores nas redes sociais, vale a pena investir em outras ferramentas externas de automação de marketing e atendimento, como por exemplo o chatbot Facebook.

Facebook Ads: conclusão

Facebook Ads: conclusão

O Facebook é um aliado poderoso para empreendedores que trabalham com o dropshipping nacional e/ou internacional, para quem está buscando uma fonte de renda passiva e para aqueles que estão buscando como ganhar dinheiro na internet.

Para encerrar, então, vale a pena destacar alguns pontos importantes sobre os Facebook Ads:

  • Um anúncio com um lance muito alto não é garantia de que você vá ganhar o leilão. Vale mais a pena investir numa boa estratégia de segmentação do que investir muito dinheiro em um anúncio que não foi bem trabalhado.
  • O Facebook não vende ou negocia os dados de seus usuários.
  • O Facebook também não usa o conteúdo de conversas e mensagens privadas para determinar a exibição de anúncios: o processo é feito inteiramente com base nos interesses listados e no comportamento da pessoa online.
  • Na hora de criar anúncios, pense com cuidado no conteúdo visual (seja ele imagem ou vídeo), no texto ou frase que será incluído e na relevância desse anúncio para o público-alvo.

Quer saber mais?

Michelle Jakobs
Michelle Jakobs
Michelle Jakobs é empreendedora, dona de 7 lojas de dropshipping e especialista em tráfego para e-commerce. É uma das fundadoras do Labecom.