Email marketing: guia definitivo para empreendedores

Maryam Mohsin Anunciar e promover

12 minutos 0 comentários

Para se dar bem em iniciativas de e-commerce é preciso ter uma estratégia de marketing fora do comum – mas, com tantos canais diferentes por aí hoje em dia, pode ser difícil analisar quais são os melhores para a sua loja. Para ajudar você nessa tarefa, este artigo mostrará alguns dos aspectos mais importantes do email marketing.

Se você clicou neste artigo deve estar se perguntando, “O que o é email marketing?”. Ou talvez você até já saiba o que é, mas está tentando imaginar as vantagens de usar essa estratégia. Quem sabe você só quer algumas dicas úteis sobre o email marketing para ajudar a reforçar uma campanha que você já implementou na sua loja… O que importa, no entanto, é saber que essa estratégia pode fazer maravilhas para reforçar as vendas, aumentar o tráfego do seu site e te ajudar a ganhar dinheiro na internet. E este guia prático traz uma série de ferramentas de email marketing para ajudar empreendedores a atingirem esses resultados!

Porém, antes de discutirmos em detalhes as melhores estratégias de email marketing para e-commerce, vamos explorar o que é essa estratégia e como ela funciona. Em seguida, veremos as etapas que devem ser seguidas durante o lançamento de uma campanha para que você possa atingir os melhores resultados possíveis. Vamos lá!

Descubra milhares de produtos para começar a vender online. Sem compromisso nem cartão de crédito.

Tenha Oberlo agora. É de graça.

O que é o email marketing?

O email marketing pode ter muitas formas, mas a sua proposta básica é enviar conteúdo diretamente para as caixas de entrada dos clientes (sejam eles clientes existentes ou em potencial) com o objetivo de aumentar as vendas. Normalmente, a sua lista de emails é composta por pessoas que visitaram o seu site e forneceram, voluntariamente, seus endereços de email.

Qualquer que tenha sido o caminho percorrido pelo cliente, vale lembrar que existem inúmeras formas de criar uma lista de emails e muitos tipos de emails que podem ser incorporados à sua campanha. E, para facilitar o processo de gerenciamento da lista de emails e o gerenciamento de campanhas, você pode usar sistemas como o Pathfinder, MailChimp e RD Station. Eles oferecem ótimos modelos e facilitam o acompanhamento de várias iniciativas simultâneas de email.

Se você ainda está na dúvida sobre o que leva os empreendedores do e-commerce a decidirem usar o email em suas campanhas de marketing, pense nisto: o ROI que pode ser atingido com o email marketing é simplesmente enorme. Praticamente todos os profissionais consideram o email marketing o canal mais eficaz para gerar receita – e vale lembrar que a taxa média de conversão é de 69%, bem maior do que aquela encontrada nas redes sociais e nos canais físicos.

E isso acontece porque, após a etapa de segmentação de mercado, as pessoas que entram na sua lista de emails já têm interesse nos seus produtos e na sua marca. Ou seja, caso você ainda não tenha incluído o email marketing no seu plano de negócios, não perca mais tempo.

Vamos então explorar os passos necessários para criar uma campanha de email marketing.

Pontos básicos do email marketing

Selecione um provedor de email

Existem muitas ferramentas de automação de marketing que podem ser utilizadas em uma estratégia de email marketing, e os provedores de serviços de email podem ser especialmente úteis. Com processos automatizados, eles fornecem ferramentas de email marketing que podem enviar literalmente milhões de emails diariamente. Veja abaixo outras razões para usá-los:

  •     Monitoramento da taxa de rejeição de emails: assim como é fundamental avaliar as estatísticas das redes sociais, o mesmo vale para suas campanhas de email marketing – e a taxa de rejeição é uma das métricas mais importantes para garantir uma boa reputação. Taxas de rejeição dependem da qualidade da sua lista de emails, e endereços antigos e inválidos que rejeitam o envio não devem mais ser usados. Idealmente, o seu provedor de serviços de email marketing deve ajudar a identificar estes emails com problemas, o que ajudará a manter a taxa de rejeição mais baixa.
  •     Receptividade de emails: um provedor de email tem uma taxa de receptividade maior em comparação ao envio manual de emails, um fato que colabora para o sucesso das campanhas de email marketing, o que por si só já é uma boa razão para usar estes serviços.
  •     Compatibilidade com dispositivos móveis: numa pesquisa da Hubspot, 80,8% dos usuários afirmaram que leem emails em dispositivos móveis – o que significa que um formato de email compatível com dispositivos móveis é crucial para as suas campanhas de email marketing. Usar modelos de email responsivos, que se adaptem ao tamanho da tela do assinante, vai garantir que ele veja exatamente o que você quer. Quando estiver procurando ferramentas de email marketing para a sua empresa, preste atenção à usabilidade, interatividade e formatação dos modelos oferecidos pelos provedores de serviços de email.
  •     Relatórios abrangentes de vendas em campanhas de email: para que valha a pena usar os serviços de um provedor, ele deve apresentar recursos de análise relevantes no painel da conta, incluindo relatórios abrangentes de vendas. Esses relatórios facilitam o acesso às informações e o gerenciamento das mesmas. Ao elaborar estratégias neste ou em qualquer outro canal de marketing, é essencial tomar decisões baseadas nos dados.
  •      Períodos de avaliação gratuita: Muitos provedores de email oferecem períodos de avaliação gratuita, o que significa que você não tem nada a perder ao experimentar plataformas diferentes. Aproveite essa possibilidade para compreender melhor como email marketing pode funcionar para a sua empresa.

Use um endereço de email profissional

Endereços de email de domínio gratuito, como Gmail, Yahoo, AOL e Hotmail são feitos para uso pessoal, não para fins comerciais. Campanhas de email marketing com estes endereços não passarão na autenticação da política DMARC, e muitos deles não chegarão aos seus destinatários. 

A solução, muitas vezes, é enviar campanhas de email do seu próprio domínio, por exemplo, @minhaloja.com.br. Dessa forma, os assinantes e os filtros de spam e de autenticação DMARC identificarão claramente quem você é. Isso também dá um ar mais profissional à sua iniciativa de e-commerce e tranquiliza os clientes, pois mostra que você representa uma empresa legítima. Este é um passo essencial para entender de verdade como o email marketing funciona.

Construa uma lista saudável de assinantes

Seja qual for a estratégia de email marketing utilizada, vale lembrar que ela será mais eficaz se você tiver uma lista saudável de contatos. E o que é uma lista “saudável”?

Bom, é aquela lista cheia de contatos que conhecem a sua loja, optaram por entrar na sua lista de email marketing recentemente (nos últimos 6 meses) e ainda estão envolvidos com a sua marca. Isso é importante para conseguir boas taxas de abertura, cliques e conversão nas suas campanhas. Ter uma lista de emails de qualidade também manterá as suas taxas de rejeição baixas, para que você não fique com uma reputação negativa de “spammer”.

Quanto ao spam, se a sua lista de contatos for composta por pessoas que assinaram a sua newsletter, não há com que se preocupar. Seus assinantes confirmaram que querem receber os seus emails, o que significa que essas mensagens não serão consideradas spam. E se algum deles não quiser mais receber os seus emails, basta sair da lista. Esse é só um dos muitos recursos disponibilizados pelos provedores de serviços que facilitam o gerenciamento de listas de emails.

Atualizar a lista de assinantes de um e-commerce é uma tarefa infinita: ela sempre terá uma certa quantidade de endereços antigos, porque as pessoas trocam de email o tempo todo, pelas mais diversas razões, como mudanças de emprego e de sobrenome. Os assinantes também podem perder o interesse depois de alguns meses e querer sair da lista.

Também é muito importante se informar sobre a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), pois as diretrizes para tratamento de dados pessoais devem ser sempre seguidas durante a criação e manutenção da sua base de emails:

Não se esqueça de que uma lista pequena de emails de qualidade é melhor do que uma lista enorme com taxas de rejeição altíssimas. Um exemplo disso é a Hubspot, que excluiu 250 mil assinantes da sua própria lista de emails para ter uma taxa de receptividade melhor.

Dicas certeiras para o email marketing

Agora que cobrimos o básico, esta seção do guia de email marketing mostrará uma série de dicas práticas sobre a frequência de emails, as linhas de assunto e o visual de um email; também mostraremos como o design interativo afeta as suas campanhas. As lojas mais inspiradoras e bem-sucedidas da Shopify certamente adotam essas dicas e as informações a seguir ajudarão você a elevar também o nível da sua estratégia de email marketing.

Planeje a frequência da comunicação na sua estratégia de email marketing

Antes de lançar sua campanha de email marketing, pense na frequência com que você gostaria de se comunicar com os seus clientes. Eles já recebem seus emails transacionais, então é preciso planejar com cuidado suas futuras tentativas de contato. Abordar os clientes sem nenhum planejamento costuma ser uma péssima estratégia, pois alguns deles já recebem emails demais e outros podem achar que você manda poucos emails e com um intervalo de tempo grande demais entre eles.

Ao decidir sobre a frequência dos emails que envia, pense nas seguintes questões:

Quantas newsletters promocionais você deveria enviar aos seus clientes em um mês?

Você pretende enviar novas coleções ou apenas anúncios sobre seus produtos para vender?

Que outros tipos de emails você poderia enviar?

Você quer fazer um único email de boas-vindas ou uma série deles?

Que tal criar emails de recuperação e reativação de carrinhos de compra?

Planeje a cadeia inteira da comunicação por email – e não se esqueça de explorar as ferramentas de email marketing que o seu provedor de serviços oferece para determinar a frequência do envio.

Para evitar que os clientes percam o interesse, tente enviar uma newsletter pelo menos uma vez por mês; no entanto, também pode ser uma boa ideia ser conservador em relação à frequência de envio das suas campanhas. Se você criar campanhas de envio diário de emails, por exemplo, a sua taxa de cancelamento de assinatura pode aumentar.

email marketing

Uma sugestão para a frequência de novas campanhas de newsletters é enviar um email a cada duas semanas, com outras campanhas de email em paralelo para ocasiões especiais como o Dia das mães, Dia dos Namorados e Natal. Estes tipos de campanha costumam funcionam melhor do que o envio de emails promocionais genéricos; além disso, as pessoas tendem a gastar dinheiro nos feriados, então use estas datas com sabedoria e planeje suas campanhas com antecedência. Aqui está um calendário do varejo para 2020; use-o para o seu planejamento.

Por último, é importante lembrar que uma comunicação consistente por email permite construir relações fortes com o seu público e contribui para a fidelização de clientes – mas é importante acertar no equilíbrio em relação à frequência dos emails das campanhas.

Experimente linhas de assunto diferentes

Outro aspecto essencial para dominar a arte de uma boa estratégia de email marketing é a linha de assunto. É preciso fazer experiências até acertar o tom, pois as linhas de assunto para emails promocionais são um dos tópicos mais controversos entre os profissionais. Existem muitas opiniões diferentes sobre o que funciona melhor.

A verdade, no entanto, é que não há uma fórmula única para criar a linha de assunto perfeita e cada marca precisa encontrar sua própria forma de ser notada nas caixas de entrada dos clientes.

Veja abaixo algumas diretrizes gerais:

  •     Manter a linha de assunto com menos de 50 caracteres;
  •     Tentar ser engraçado, cativante ou chamativo;
  •     Usar emojis de vez em quando é ótimo – mas não precisa exagerar;
  •     Incluir um prazo ou desconto;
  •     Não usar letras maiúsculas na linha de assunto;
  •     Não usar muitos pontos de exclamação;
  •     Sempre usar um pré-cabeçalho, que é a linha que os destinatários veem logo depois da linha de assunto.

Vamos dar um exemplo: se você tem dicas para ajudar o seu público a ganhar dinheiro com redes sociais, seu assunto pode seguir esta linha:

Como ganhar dinheiro no Instagram?” – direto, curtinho e chamativo!

O resto depende de tempo e sorte. Experimente campanhas diferentes de email marketing e você entenderá melhor como tudo funciona depois de algumas tentativas.

Dê atenção extra ao seu botão de chamada à ação

Nesta seção da lista de dicas, veremos qual é a importância de um bom botão de chamada à ação, pois o fato é que as pessoas raramente leem o conteúdo inteiro de um email. Elas tendem a passar os olhos rapidamente sobre o texto e clicar no botão grande e chamativo. Ou seja, a parte mais importante da newsletter, e das campanhas de email marketing em geral é o botão de chamada à ação.

Quanto ao estilo, chamadas à ação baseadas em texto costumam funcionar melhor. Além disso, a chamada à ação deve ser curta e conter palavras de ação, como “Loja”, “Comprar” e coisas do tipo. É uma boa ideia personalizar a mensagem, usando termos como “Quero ver”, “Vamos lá” ou “Eu quero!”.

Não se esqueça dos elementos visuais

Agora que você já sabe como construir uma boa campanha de email marketing, chegamos ao ponto do guia em que vamos falar sobre o componente visual do email marketing.

Há quem prefira emails com muitos elementos visuais atraentes, mas, na verdade, os emails mais simples convertem melhor. Não é aconselhável ignorar o visual ao criar a sua estratégia de email marketing, mas também não é preciso dar atenção demais à estética.

O melhor é encontrar um equilíbrio entre os dois extremos. Não se esqueça de fazer seus botões de chamada à ação baseados em texto, para que alguém que não veja as imagens ainda possa entender o email. Também é importante que eles sejam legíveis e responsivos. Aqui estão mais algumas orientações técnicas para levar em conta na aparência dos seus emails:

  •     Seus emails promocionais são parte da identidade da sua marca, portanto o design deles deve seguir as cores da sua marca. Não se esqueça de usar o seu logotipo! 
  •     Use um botão claro de chamada à ação para manter o design simples;
  •     Não use texto demais. Este não é o lugar para um artigo com centenas de palavras. Mesmo se tiver muitos produtos ótimos para vender pela internet, apresente só aqueles que são relevantes para os seus assinantes;
  •     Faça com que o email seja simples de ler e entender. Agrupe as informações, use títulos de seção claros e negritados e crie parágrafos curtos, com marcadores;
  •     Pense nas melhores fontes para emails. Se a fonte for pequena ou sofisticada demais e a cor não se destacar do fundo, seus assinantes não poderão ler a newsletter;
  •     Deixe espaço vazio o suficiente para destacar os aspectos principais do seu email. O espaço branco melhora a legibilidade do texto e destaca os elementos da newsletter;
  •     Não se esqueça de escolher designs relevantes para o tópico e imagens de alta qualidade. Pode acreditar, eles desempenham um papel importante no engajamento com o seu público.

Normalmente, os editores de email já oferecem modelos personalizáveis, como o Email Template Creator, da Shopify. Os modelos cuidam do lado técnico das coisas para você, então são especialmente úteis para principiantes.

Inclua campanhas interativas em sua estratégia de email marketing

Esta seção do guia trata dos elementos interativos que podem ser acrescentados aos seus emails. Tente usá-los na sua estratégia de email marketing, pois eles ajudam a manter o interesse do seu público.

Hoje em dia a tecnologia permite enviar vídeos, GIFS animados e muito mais, tudo dentro do corpo do email – e estes detalhes extras trazem resultados fantásticos. Incorporar vídeos ao corpo do texto, por exemplo, aumenta a chance de cliques e de conversão, pois assistir a vídeos é um dos maiores vícios de compartilhamento entre pessoas e marcas.

E nem sempre você precisa se preocupar em produzir um vídeo especialmente para sua campanha de email marketing, sabia? Os vídeos do Instagram da sua marca, por exemplo, podem ser reutilizados em seus emails.

Automatize os emails

Os emails automatizados fazem toda a diferença no email marketing para e-commerce, pois são excelentes fontes de renda passiva – isso significa que podem ganhar dinheiro para a sua loja enquanto você dorme! Basta configurá-los uma vez e então ver o aumento das vendas. Aqui estão os quatro melhores tipos de email para enviar:

  •     Emails de boas-vindas ou séries de emails a novos assinantes. Estes emails rendem 9 vezes mais transações do que newsletters promocionais e convertem os seus assinantes em clientes. Na verdade, 74,4% dos clientes afirmam que esperam receber um email de boas-vindas. Não os decepcione: aproveite a oportunidade para mostrar que aquele cliente é importante e ofereça um desconto para a primeira compra. 
  •     Email de carrinho abandonado ou uma série de emails desse tipo. Estes são emails altamente personalizados, enviados automaticamente depois que um cliente abandona o carrinho de compras. Emails desse tipo mostram os itens abandonados com imagens, preços e descrições – e têm um grande potencial de recuperação de receita perdida, de modo que este fluxo automatizado pode ser inestimável! Inspire-se nestes exemplos de emails de carrinhos abandonados bem-sucedidos para criar o seu.
  •     Email de acompanhamento depois de uma compra são ótimos para convidar clientes a curtirem o perfil da marca nas redes sociais, oferecer um desconto em uma próxima compra, enviar recomendações de venda promovida e muito mais. Sinta-se livre para usar a sua criatividade.
  •     Por fim, envie um email de reativação ou uma série deles. Estes emails são enviados a clientes que não compram na sua loja há algum tempo. Os emails de reativação costumam usar estímulos como entrega gratuita ou descontos pessoais. Na maioria dos casos, a mensagem é alguma variação de “Sentimos sua falta, por favor, volte”.

Acompanhe os resultados da sua estratégia de email marketing

Nossa última dica é sobre como monitorar os resultados das suas campanhas de email marketing. Após lançar uma campanha, monitore o que funcionou e o que não funcionou – só assim você poderá saber o que pode ser aprimorado para melhorar a receptividade.

email marketing

Veja abaixo as métricas mais importantes para um e-commerce:

  •     Taxa de abertura (a média do mercado é de 16,92%);
  •     Taxa de cliques (a média do mercado é de 2,61%);
  •     Valor em vendas (a média de receita por email promocional é de US$ 0,02);
  •     Taxa de rejeição (a média do mercado é de 0,27%);
  •     Taxa de cancelamento de assinatura (a média do mercado é de 0,21%).

Sempre preste atenção aos relatórios quando estiver escolhendo ferramentas de email marketing. Ter relatórios de vendas e mapas de cliques gerados a cada campanha de email ajudará você a aprender mais rápido e entender o que funciona para os seus clientes.

Resumo do guia de email marketing

  • Use provedores de email profissionais, pois isso ajudará no processo de envio e recebimento, evitando a temida caixa de Spam;
  • Preste atenção aos seus botões de chamada à ação e linhas de assunto, que devem ser curtas e chamativas;
  • Não sobrecarregue o email com texto demais e seja estratégico em relação à frequência de envio;
  • Os aspectos visuais são importantes, mas não abuse. Se tiver dúvidas, use modelos para criar campanhas de email imbatíveis;
  • Fique sempre atento às taxas de abertura, cliques, rejeição e cancelamento de assinatura para entender o desempenho de uma campanha.

Agora você tem em mãos as ferramentas de email marketing de que precisa para começar a experimentar! Afinal de contas, a melhor maneira de aprender algo no e-commerce é na prática.

Pode ter certeza de que o email marketing oferece um dos melhores ROIs possíveis, portanto você não terá muito a perder ao experimentar estratégias diferentes. Caso tenha questões mais específicas depois de começar, há uma infinidade de listas compiladas com dicas de email marketing no nosso blog. Com todos esses recursos úteis e um pouco de determinação e criatividade, você já tem meio caminho andado.

E para finalizar, inspire-se nessa história de sucesso: Mike e Yuliya têm hoje uma marca multimilionária e seu crescimento foi impulsionado por estratégias de email marketing!

Descubra milhares de produtos para começar a vender online. Sem compromisso nem cartão de crédito.

Tenha Oberlo agora. É de graça.

Quer saber mais?

Maryam Mohsin
Maryam Mohsin
Maryam Mohsin escreve conteúdos originais para o Oberlo e é especialista em e-commerce e dropshipping.