Skip to content
Semi joias para revender: 8 passos para abrir uma loja online

Semi joias para revender: um guia completo com tudo o que você precisa saber

Artigo por Adeel Qayum

Talvez você estivesse procurando uma ideia de negócios lucrativos para vender online e se deparou com a possibilidade de vender joias e semi joias; talvez você sempre tenha gostado desse nicho e agora está buscando semi joias para revender.

Qualquer que tenha sido o motivo para você cair aqui nessa página, o importante é que foi na hora certa: uma pesquisa recente da Statisa indicou que o mercado de joias e semi joias está crescendo no mundo todo, e deve chegar ao valor de US$ 292 bilhões em 2025.

Ou seja: há oportunidade de sobra para você vender semi joias (e vender joias também!) com um negócio online.

Mas a gente sabe que abrir um negócio é mais do que apenas montar uma loja virtual – e, por isso mesmo, criamos este guia com tudo o que você precisa saber para começar a sua marca de joias e semi joias.

8 passos para vender semi joias online

O guia a seguir foi pensado para empreendedoras e empreendedores que estão buscando semi joias para revender e querem construir um negócio dentro desse modelo, que envolve a compra de semi joias (e não a fabricação própria).

Dica exclusiva: as etapas listadas neste guia também se aplicam a quem está buscando joias para revenda.

Vamos começar?

1. Identifique uma oportunidade no mercado 

Ok, você quer abrir um negócio de semi joias e já sabe que vai precisar procurar semi joias para revender.

Mas será que tem gente querendo comprar esse tipo de produto?

Pois é: já imaginou o desastre que seria gastar todo esse tempo e dinheiro construindo um negócio online só para descobrir que não há demanda para o produto que você está vendendo?

É por isso mesmo que o primeiro passo do nosso guia envolve a boa e velha pesquisa de mercado.

Comece pelo mais básico e vá refinando seus itens de pesquisa ao longo do tempo. Se você está considerando a possibilidade de trabalhar com semi joias para revenda ou joias para revenda, por exemplo, comece avaliando como anda o processo de vender joias no Brasil: o mercado online está aquecido? Existem fornecedores de qualidade? Qual é a margem de lucro que você pode conseguir?

Veja, abaixo, uma lista com quatro caminhos que você pode seguir durante a pesquisa:

  • Analise a concorrência: Dê uma olhada nas marcas que estão competindo pelo mesmo público-alvo que a sua loja. O que elas estão fazendo de errado – e o que estão fazendo certo? Esses dados podem ajudar você a descobrir como posicionar sua marca no mercado.
  • Faça pesquisas por conta própria: Se você já possui um Instagram comercial ou tem uma presença consolidada nas redes sociais, que tal fazer uma enquete com seus seguidores para descobrir o que eles acham de uma marca exclusiva para vender semi joias? Você também pode fazer perguntas mais específicas em fóruns e comunidades de pessoas interessadas em joias e semi joias para revenda.
  • Busque blogs, sites e influenciadoras do nicho: Você com certeza já deve ter uma lista com os blogs e as influencers mais cotadas da sua região ou do seu nicho. Então: aproveite para acompanhar as publicações mais de perto e ficar de olho para ver se aparece alguma oportunidade que possa ser relevante para a loja que você está construindo.
  • Avalie as oportunidades no Google Trends: Nenhuma pesquisa de mercado está completa sem aquela olhada no Google Trends, que é um dos melhores espaços para acompanhar a demanda por produtos e itens. Se você está atrás de semi joias para revender, ou então quer montar um catálogo de semi joias para revenda e joias para revenda, aproveite para fazer buscas específicas – como esta abaixo, que indica a demanda do público por “pulseira de ouro”:

Também vale a pena visitar aquelas lojas que você admira, já que um pouquinho de inspiração é sempre bom, né?

2. Semi joias para revender: defina seu público-alvo

Agora que você já identificou o nicho ou a demanda de mercado que você quer atender, é hora de definir o público-alvo para o qual você vai vender semi joias e/ou vender joias.

Este segundo passo é bem importante, até porque os mercados de semi joias e joias trabalham com diversos grupos diferentes de clientes – desde pessoas que buscam sempre itens de luxo ou com muito brilho até aquelas que preferem pulseiras e colares minimalistas. Por isso mesmo, é importante definir para quem você quer vender – e só depois escolher o fornecedor e as semi joias para revender.

Para começar a definir seu público-alvo, vale a pena pensar em três áreas específicas:

  • Dados demográficos: Qual é a idade e a localização geográfica do seu cliente ideal? É um homem? Uma mulher? Alguém que se identifica como não-binário? É uma pessoa casada ou solteira?
  • Dados psicográficos: Quais são os interesses do seu público-alvo? Que tipos de perfis seus clientes seguem nas redes sociais? Como agem no Facebook, no Instagram e no Twitter? Eles são mais ativos em espaços como o TikTok app?
  • Necessidades e demandas: O que você pode oferecer para esse público que seja verdadeiramente único? Joias personalizadas? Semi joias visualmente cativantes? Itens delicados ou vintage?

Este passo é bem detalhado, mas pode trazer muitas vantagens lá na frente – especialmente na hora de configurar seus anúncios via Facebook Business.

Aliás, se você quiser saber mais sobre como configurar o canal de vendas Facebook na sua loja, vale a pena dar uma olhadinha no vídeo a seguir:

3. Elabore um plano de negócios

Montar uma loja de semi joias para revenda pode ser um processo bem movimentado, mas isso não é motivo para você esquecer de elaborar um plano de negócios.

Sabe por quê?

Porque sem um plano de negócios você não vai conseguir monitorar os erros e acertos da loja – e tampouco poder acompanhar o crescimento dos lucros da marca ao longo dos meses.

Além disso, o plano de negócios também é um documento importante para empreendedores e empreendedoras que pensam em expandir o negócio lá no futuro, já que costuma ser uma peça-chave a ser compartilhada com investidores e outras agências financiadoras.

Quando começar a escrever o plano de negócios da loja, lembre-se de incluir os seguintes elementos:

  • Um resumo que conte a história da marca e que mostre a empresa em números: rendimento, lucros, etc.;
  • Pesquisa de mercado: como a loja está posicionada dentro do nicho?
  • Detalhes do catálogo: quais são os produtos vendidos? Onde são produzidos? Com quais materiais?
  • Um histórico com as principais campanhas de publicidade e parcerias.

Dica exclusiva do Oberlo: Aproveite o momento de organização para montar um plano de trabalho que dê conta dos primeiros meses de funcionamento da loja. Também vale a pena dar uma olhada no webinar abaixo, que fala sobre o storytelling da marca:

4. Fornecedor de semi joias: onde encontrar?

Este passo é, sem dúvidas, o mais importante para quem está buscando semi joias para revender ou mesmo joias para revenda: a escolha de fornecedores.

Para quem quer vender semi joias, o mais importante é avaliar os fornecedores de acordo com as demandas da loja: você prefere joias e semi joias personalizadas? Ou está atrás de itens mais genéricos, mas ainda assim de qualidade?

Na hora de escolher seu fornecedor de semi joias para revender (e de joias para revenda), não se esqueça de:

  • Encomendar amostras para avaliar a qualidade das peças: peça amostras de todos os itens que você deseja comercializar sob o nome da sua marca – e não se esqueça de verificar o material, o formato, o brilho e a cor de cada pedra. Não se deixe convencer apenas pelas fotografias: em se tratando de joias e semi joias, o ideal é conferir tudo ao vivo.
  • Verificar a localização geográfica do fabricante: avalie o que faz mais sentido para a sua loja e para o seu bolso – trabalhar com um fabricante local ou exportar peças de fabricantes de fora? Tudo vai depender do tipo de marca que você quer construir, e do quanto você pode investir.

Quando o assunto é encontrar fornecedores de semi joias para revender, também vale a pena considerar a construção de uma loja online dentro do modelo de dropshipping.

Nesse cenário, você começa a vender semi joias e a vender joias online com um catálogo de produtos selecionado totalmente por você – e, sempre que um cliente realizar uma compra, o seu fornecedor terceirizado ficará responsável pelo processamento e o envio dos produtos.

Você não precisa se preocupar com o estoque físico de produtos, de modo que vai ter mais tempo (e mais dinheiro) para se concentrar no crescimento orgânico da marca. Dá só uma olhada em alguns dos produtos disponíveis no app do Oberlo:

semi joias para revenda no app do Oberlo

Gostou? Então não esquece de conferir nossos outros conteúdos sobre como encontrar os melhores fornecedores dropshipping:

5. Escolha o nome para loja de semi joias

Depois de escolher seu fornecedor de semi joias para revender, é hora de se dedicar à construção da sua marca – e marca nenhuma existe sem um nome, não é mesmo?

Um bom nome de marca é um que seja memorável, simples e capaz de traduzir a própria identidade da loja. É o nome, aliás, que vai orientar o branding da loja e toda a comunicação visual da marca nas redes sociais, nos e-mails e no site.

Encontrar o nome perfeito para a marca pode ser algo demorado, mas por sorte você não precisará fazer tudo sozinho – até porque o Oberlo e a Shopify possuem algumas ferramentas bem úteis, como os geradores de nome para lojas.

Dá uma olhada nas sugestões que o Gerador de nome da Shopify sugere a partir do termo “rubi”:

Bem legal, né? A gente também recomenda a nossa lista com 13 geradores de logotipo gratuitos e o nosso guia sobre geradores de slogan.

6. Semi joias para revender: não se esqueça da precificação de produtos

A precificação de produtos é um elemento crucial para um negócio que está trabalhando com o modelo de semi joias para revender ou então apenas com joias para revenda.

O ideal é tentar encontrar um meio-termo entre o barato demais e o caro demais – até porque você não quer espantar os seus clientes e nem passar a imagem de uma loja que oferece produtos de qualidade duvidosa.

Alguns elementos que entram na conta durante o cálculo do preço são: o valor de frete dos produtos, os custos com embalagem personalizada e a margem de lucro que você deseja atingir. Dito isso, é importante lembrar também que você precisa definir preços que estejam dentro da realidade dos clientes que você quer conquistar.

7. Como divulgar a venda de semi joias

O próximo passo na criação de um negócio de semi joias para revenda (e de joias para revenda) é o planejamento de publicidade: afinal de contas, você precisa determinar como vender semi joias, né?

Neste passo, o seu maior aliado será o marketing digital: anúncios no Facebook e no Instagram, campanhas de e-mail marketing e vídeo marketing, anúncios no YouTube e outras campanhas voltadas para os canais digitais mais utilizados pelos seus clientes... Vale tudo, desde que sejam canais com eficácia comprovada.

Como você está pensando em vender semi joias, vale a pena considerar também parcerias com digital influencers e focar em canais altamente visuais, como o Instagram e o TikTok – mas também pode ser uma boa ideia investir pesado em boas ferramentas de SEO para otimizar os conteúdos do site da loja e garantir um bom resultado em mecanismos de pesquisa como o Google e o Yahoo.

8. Hora de vender semi joias

Ufa! Chegamos ao último passo no nosso guia sobre como montar uma loja especializada em joias para revenda. E é o passo mais aguardado: o lançamento da loja.

Lembre-se de que não é necessário apressar absolutamente nada nesse processo, ok? Comece a passos pequenos, lançando um catálogo de produtos reduzido e com ações de marketing bem pontuais. Dessa forma, será mais simples (e menos custoso) ir fazendo aqueles ajustes inevitáveis ao longo do caminho.

Semi joias para revender e joias para revenda: 2 lojas inspiradoras

Se você ainda está em cima do muro e não sabe se é melhor vender semi joias ou partir para outro nicho, que tal dar uma olhadinha em duas lojas hospedadas na Shopify?

Essas marcas são de cair o queixo – e certamente vão deixar você morrendo de vontade de abrir logo a sua loja!

1. Van Acessórios

A Van Acessórios é um verdadeiro império de semi joias e joias, e começou com uma empreitada conjunta de mãe e filha. Atualmente, a marca conta com centenas de produtos e coleções exclusivas – e é um exemplo de como os nichos de semi joias para revender e joias para revenda podem ser lucrativos se você souber escolher os produtos certos.

2. Só Prata

A Só Prata é outra loja que vale a pena conferir se você está pensando em vender semi joias ou mergulhar no mercado de joias para revenda. Com um catálogo imenso de produtos e um item mais bonito do que o outro, a marca agrada a gostos variados – e tem um preço bem competitivo.

Semi joias para revender: um caminho para o sucesso!

Vender semi joias pode ser uma excelente forma de construir uma marca de sucesso no mundo do e-commerce. Se você está pensando em começar essa jornada e selecionar semi joias para revender, escolha seus fornecedores com cuidado e verifique bem a qualidade dos itens.

Quer saber mais?

Conteúdos relacionados